A Pedra

Ambientada no Nordeste brasileiro, A Pedra traz a história de uma pequena cidade que se surpreende quando uma rocha misteriosa aparece na praça principal. Esse fato agita o povoado. As consequências influem na religião, política, história e relações dos moradores da região. O pernambucano Yuri Pires tece em A Pedra uma narrativa realista disparada a partir de um fato real.
“Este livro traz assentado, logo de cara, seu território. Particular e universal. Apoiado que está no Nordeste do Brasil. E nos mistérios da oralidade do Brasil”, diz o escritor Marcelino Freire. “Yuri Pires constrói uma fábula sobre a invisibilidade social e crueldade humana”, afirma a escritora Micheliny Verunschk.
O projeto gráfico da obra traz uma sobrecapa prensada contra uma pedra e uma folha de papel carbono, fazendo com que cada edição seja única. O livro é vencedor do How Design Awards.
A Pedra é o livro nº 23 da Lote 42.
Especificações Técnicas

A Pedra autor Yuri Pires ISBN 978-85-66740-26-4 idioma português dimensão 21 x 14 cm edição 1ª, 2017 número de páginas 136 edição geral João Varella, Cecilia Arbolave e Thiago Blumenthal projeto gráfico Gustavo Piqueira | Casa Rex outros detalhes  sobrecapas únicas

A Pedra autor Yuri Pires ISBN 978-85-66740-26-4 idioma português dimensão 21 x 14 cm edição 1ª, 2017 número de páginas 136 edição geral João Varella, Cecilia Arbolave e Thiago Blumenthal projeto gráfico Gustavo Piqueira | Casa Rex outros detalhes  sobrecapas únicas

“A política e seus descaminhos, o preconceito, a solidariedade, os desencontros, o amor e o eterno ciclo vida-morte-vida se costuram nesse romance ambientando num Nordeste brasileiro limítrofe entre a realidade e o sonho. Com pitadas bem dosadas do real maravilhoso, é um livro sobre hoje, sobre o Brasil e o mundo, mesmo que o acento regional acentue seu território.” Micheliny Verunschk, escritora

“A política e seus descaminhos, o preconceito, a solidariedade, os desencontros, o amor e o eterno ciclo vida-morte-vida se costuram nesse romance ambientando num Nordeste brasileiro limítrofe entre a realidade e o sonho. Com pitadas bem dosadas do real maravilhoso, é um livro sobre hoje, sobre o Brasil e o mundo, mesmo que o acento regional acentue seu território.” Micheliny Verunschk, escritora